VOCE

Você que tanto tempo faz   Você que eu não conheço mais   Você que um dia eu amei demais   Você que ontem me sufocou   De amor e de felicidade   Hoje me sufoca de saudade

Você que já não diz pra mim   As coisas que eu preciso ouvir…

Imagem  Você que eu tento me enganar   Dizendo que tudo passou   Na realidade aqui em mim você ficou

Você que eu não encontro mais   Os beijos que já não lhe dou   Fui tanto pra você e hoje nada sou

Você que eu tento me enganar   Dizendo que tudo passou   Na realidade aqui em mim você ficou

Você que eu não encontro mais   Os beijos que já não lhe dou   Fui tanto pra você e hoje nada sou

Anúncios

O Semeador de Ideias

 

Cuidado!Quem usa o pronome EU excessivamente tem vocaçao para ser deus e nao HUMANO. fujam desses Tipos. Quando sao contrariados,podem Elimininar ate seus amigos mais intimos;E se tiverem poder politico poderao ser Ditadores.
Usem o Pronome NOS sem economia e treinem a arte da Gratidao…
“A Gratidao è a caracteristica mais dificil de s…er conquistada e a primeira que se perde”
Augusto Cury/ O Semeador de Ideias

Augusto Cury/Contemplando o Belo

Contemplando o Belo

É nas coisas simples e anônimas que se encontram os maiores tesouros da emoção…
Contemplar o belo é fazer das pequenas coisas um espetáculo aos nossos olhos. É dialogar com os amigos, elogiar as pessoas, amar os desafios da vida. É admirar as crianças, ouvir as histórias dos idosos.
É descobrir as coisas lindas e ocultas que nos rodeiam. É admirar as nuvens, o canto dos pássaros, o baile das olhas sob a orquestra do vento. É perceber além das imagens e das palavras. Creio que menos de 10% das pessoas sabem contemplar o belo. Quem despreza essa lei tem uma alegria fugaz, uma emoção superficial.

 

 

Augusto Cury/Prazer de Viver

O PRAZER DE VIVER
Se sua história se transformou numa rotina repleta de tédio, se lhe faltam prazer, sabor e encanto pela vida, é porque você não tem gastado tempo contemplando o belo. Desperte! Se não usar essa ferramenta, você poderá ter sucesso profissional, financeiro e social, mas mendigará o pão da alegria. Será infeliz.
O mestre da emoção, Jesus Cristo, parava a multidão que o seguia para fazer dos lírios um show aos seus olhos. Foi feliz na terra de infelizes, pois vivia a arte da contemplação do belo.

EM BUSCA DO AMOR

EM BUSCA DO AMOR

O meu Destino disse-me a chorar:
“Pela estrada da Vida vai andando,
E, aos que vires passar, interrogando
Acerca do Amor, que hás-de encontrar.”

Fui pela estrada a rir e a cantar
As contas do meu sonho desfiando…
E a noite e dia, à chuva e ao luar,
Fui sempre caminhando e perguntando…

Mesmo a um velho eu perguntei: “Velhinho,
Viste o Amor acaso em teu caminho?”
E o velho estremeceu… olhou…e riu…

Agora pela estrada, já cansados,
Voltam todos pra trás desanimados…
E eu paro a murmurar: “Ninguém o viu!…”

Florbela Espanca